abr_logo
05/10/2017 09:31 • Notícias
AMPASUL inicia a sensibilização do cotonicultor para aderir ao ABR/BCI

Visando uma cultura mais sustentável e que atenda as exigências do mercado consumidor, tanto nacional quanto internacional e que esteja embasado nos pilares social, econômico e ambiental, o programa ABR/BCI vem se solidificando em meio a cultura do algodão no Mato Grosso do Sul.

Através do Programa Sustentabilidade da AMPSUL conseguiu-se chegar a 74% da área cultivada com algodão na safra 2016/2017 ser certificada pelo ABR e licenciadas para comercialização no Better Cotton Initiative, com isso as propriedades já desfrutam dos benefícios conquistados.

Visando dar seguimento ao programa socioambiental do algodão em Mato Grosso do Sul, a AMPASUL já está desenvolvendo atividades para sensibilização e adesão ao ABR/BCI para a safra 2017/2018. As visitas objetivam conscientizar os produtores demonstrando a importância e os benefícios de participar do programa.

O cotonicultor de Mato Grosso do Sul, que tiver interesse em participar e tornar a sua propriedade referência em sustentabilidade deve entrar em contato com a AMPASUL, que a equipe técnica agendará uma visita para apresentar o programa. Em outros estados, os produtores devem procurar a sua associação. A adesão é anual, mesmo quem aderiu na safra que se findou, deve se inscrever novamente.

Grupo de Trabalho (ABRAPA)

No dia 20 de setembro foi realizada a 22º reunião do grupo de trabalho (foto 2) com as estaduais, ABAPA, AGOPA, AMAPA, AMIPA, AMPA, AMPASUL e APIPA, coordenada pela ABRAPA. A reunião aconteceu na sede da ABRAPA.

Na oportunidade foram apresentados os dados das auditorias que nesta safra alcançaram 247 unidades certificadas representando um aumento de 6% em relação à safra anterior. No quesito área plantada e certificada obteve-se 692.473 hectares, um aumento de 2,5% em relação à safra passada, com previsão de 1,1 a 1,2 mil toneladas de pluma certificada no brasil na safra 2016/17.

Segundo a AMPASUL, os números demonstram a preocupação dos cotonicultores em oferecer um produto de qualidade para o mercado consumidor, fazendo com que a adesão aos programas Algodão Brasileiro Responsável (ABR) e Better Cotton Initiative (BCI) aumente consideravelmente.

Outro assunto que a equipe da ABRAPA, com as estaduais vem discutindo é o sistema de rastreabilidade do algodão, que será um diferencial do produto brasileiro tanto ao mercado interno quanto ao externo, para isso as plataformas já estão sendo ajustadas e serão apresentadas à Assembleia para sugestão e aprovação.

A lista de verificação do ABR será repassada pela AMPASUL aos cotonicultores de Mato Grosso do Sul através da equipe do Projeto Sustentabilidade às unidades que aderiram ao programa. Nessa próxima safra terá algumas alterações devido as mudanças das novas leis trabalhistas que entram em vigor já no dia 11 de novembro próximo.

Clique aqui e veja o novo informativo do Programa Sustentabilidade da AMPASUL.

Fonte: AMPASUL (Norbertino Angeli)