029_ampasul_10dez2014

Análise Instrumental

A AMPASUL passou a operar o laboratório de forma independente na safra 2013/2014, buscando novas melhorias para o serviço oferecido.

O laboratório passou a receber a consultoria e auditoria da Fundação Blumenauense de Estudos Têxteis (FBET), a qual acompanha e monitora todo o processo operacional de classificação das amostras, conforme as normas regulamentadoras brasileiras, fazendo parte também da rodada de testes do Comercial Standardization of instrument Testing of Cotton (CSITC), gerenciado pelo ICAC – International Cotton Advisory Committee.

 

Além da aquisição de novos equipamentos para modernizar o laboratório, foram adquiridas mais duas máquina de classificação, a USTER 1000, além das outras duas máquinas PREMIER ART que o laboratório já possuía. Com estas aquisições ganharemos em qualidade no resultado das análises. Hoje a capacidade produtiva do laboratório é 5200 amostras em 2 turnos de 7hs trabalhadas, e capacidade de climatizar e armazenar 7000 amostras. Na safra 2013/2014 obtivemos a média geral de 2500 amostras recebidas dia e média de 48 a 72 horas para divulgação dos resultados.

Os colaboradores passam por intenso treinamento, visando atender a demanda da safra com a qualidade e agilidade desejada. Onde trabalhamos com empenho e muito esforço para disponibilizar os resultados da classificação com a maior qualidade e no menor tempo possível.

 

Lembramos que o laboratório é credenciado no Ministério da Agricultura e também mantém atualizado as caixas de algodão com os padrões universais (USDA).

 

Visando alcançar a excelência em nosso trabalho, é que temos investido a cada ano em melhorias na estrutura física, em máquinas, equipamentos e na mão-de-obra, razão pelo qual esperamos contar com o prestigio e a preferência de todos os cotonicultores.

Portal do Laboratório